Quem diria que em pouco mais de 20 anos a internet iria estar tão presente em nossas vidas?

Aliás, quem poderia prever que seria possível ganhar dinheiro online com a venda de produtos, serviços, ou até mesmo influenciando pessoas? 

Hoje, a internet está em tudo, e tudo está nela. Desde o surgimento dos primeiros smartphones no Brasil, ali pelo começo do milênio, mais e mais pessoas começaram a levar a internet, literalmente, dentro do bolso. 

Ainda que a internet já estivesse em pleno processo de expansão desde os anos ‘90, foi realmente a partir de 2010 que começamos a ver como ela ia crescer não só rápido, mas de forma assustadora.

Para você ter uma ideia, em 2010, havia  quase 45 milhões de usuários ativos na internet. Isso significava aproximadamente 25% da população brasileira. Somente 10 anos depois, essa parcela praticamente triplicou: 74% dos brasileiros acessam a internet pelo menos uma vez por dia. 

Comportamento do brasileiro na internet

E o que esse povo todo faz no universo online? Confira alguns números:

  • 77,47 dos internautas fazem pesquisas, consultas e enviam e-mails;

  • 93,2% usam a internet para ver filmes, vídeos e assistir programas;

  • 64,5% ficam online para fazer compras;

  • 50,4% entram na internet para pedir comida por delivery.

Entrando no detalhe das compras, quando citamos os 64,5%, esse dado representa um aumento considerável em relação ao ano anterior, que registrou um índice de 46,2%. 

O Brasil, aliás, ocupou a marca de 5º lugar no ranking de nações com mais pessoas conectadas à internet. 

Todos estes números são importantes para você, que está em busca de formas de faturar alto na internet. 

E se você curtiu o que viu até agora, espere até chegarmos na próxima parte do artigo. Chegou a hora de mostrar como você pode fazer para ser o próximo empreendedor online. 

Ficou curioso?

#01 Mentoria

Já ouviu falar em mentores profissionais, certo? Pois bem, se você acredita que é muito bom em alguma coisa, que tal começar a passar seus conhecimentos para outras pessoas?

O mentor é uma pessoa contratada por sua expertise, que tem como objetivos encorajar e dar todo o suporte para que os mentorados consigam gerenciar seu processo de aprendizado de uma forma estruturada. 

A mentoria é um processo pensado para que os alunos maximizem todo o seu potencial, melhorem suas soft skills, habilidades específicas, suas performances e se convertam em melhores pessoas, pessoal ou profissionalmente.

E é aí onde você, especialista em algum campo de conhecimento, pode entrar. O mentor não deixa de ser a pessoa na qual o mentorado gostaria de se transformar. 

Em primeiro lugar, é preciso saber como criar uma mentoria. Para tanto, nada melhor do que buscar capacitação e fazer uma formação em mentoria. Isso é especialmente importante porque saber muito sobre algo não significa saber transmitir o conhecimento. 

Na formação, você conhece a metodologia que vai aplicar na orientação de seus mentorados. A didática da transmissão de conhecimentos é fundamental para que você veja como seus alunos efetivamente absorvem o que você diz. 

Após a formação, você já pode montar sua apresentação e acessar sua rede de contatos para divulgar seus serviços, criar uma presença na internet (redes sociais, blog e site, por exemplo) e ver como as pessoas vão começar a se interessar pela sua mentoria. 

#02 Trabalhar com SEO 

Essa sigla faz referência a Search Engine Optimization, ou otimização para motores de buscas, em português.  

O grande objetivo do SEO é melhorar o ranqueamento de um site, para que quando uma pessoa esteja buscando algo na internet, uma página tenha mais chances de aparecer nas primeiras posições.

O SEO foca no tráfego orgânico, ou seja, aquele que não tem origem em publicidade, e sim nas pesquisas dos internautas . E como os sites que ficam no topo da primeira página tem mais cliques, todo mundo quer aparecer primeiro. 

Nesse cenário, destaca-se a atuação do analista de SEO, que pode chegar a ganhar mais de R$ 3.500. 

Entre suas atribuições, um profissional de SEO trabalha com a otimização de páginas e demais elementos de um site para que o processo de classificação dos algoritmos do Google o levem em conta. 

O analista de SEO faz pesquisas de palavras-chave para saber quais são as que deve usar nos conteúdos da página. Também leva em consideração o SEO off-page (criação de backlinks, por exemplo), realiza análise de métricas da página (visitas, taxa de abandono, entre outras) etc. 

#03 Abrir um e-commerce

Para continuar mostrando formas de como trabalhar com marketing digital,  não poderíamos deixar de falar da possibilidade de abrir uma loja virtual. 

As compras digitais são o futuro do comércio. E principalmente depois da pandemia, várias marcas tiveram que se reinventar e ampliar sua presença online. 

Você pode amanhã mesmo já ter seu e-commerce funcionando e vendendo seus produtos para pessoas de todos os lugares. 

Hoje em dia é incrível como ficou muito mais fácil montar um e-commerce. Existem plataformas que oferecem as páginas praticamente prontas, de graça ou bem barato, e com todas as ferramentas, como carrinho de compras ou meios de pagamento pré-configurados. 

De produtos industriais a molduras, passando por vender flores pela internet ou vender conservas, dá para oferecer o que você quiser. Se você espera faturar até R$ 60 mil por ano, inicialmente, dá até para abrir seu e-commerce como MEI, mas saiba que tem gente faturando R$ 16 mil mensais vendendo roupa.  

#04 Gestão de redes sociais

Todos os empreendimentos listados anteriormente precisam estar presentes nas redes sociais. Por isso, a gestão dessas redes é a nossa quarta dica para faturar alto na internet.

O profissional que administra e executa todas as ações para otimizar o uso das multiplataformas onde uma marca tem presença é o gestor de redes sociais. Planejar postagens, produzir conteúdo, agendar publicações e interagir com usuários fazem parte de suas atribuições. 

O melhor deste tipo de trabalho é que, uma vez que você entra para o jogo, pode ter vários clientes e atender organizações dos mais variados tipos. 
Sobre remunerações possíveis, dá para ganhar mais de R$ 500 por cliente. Se você se organizar bem, pode dar conta sozinho de 10 clientes e ainda ter tempo livre. Ah, e se a demanda aumentar demais, você pode começar a terceirizar serviços e escalar os lucros. 
Hoje falamos só de algumas alternativas, mas a internet oferece muitas outras formas de ganhar dinheiro. Tudo isso trabalhando home office e por conta própria!