O Seguro de Roubo e Furto oferece uma série de coberturas importantes para proteger os equipamentos portáteis que se tornaram indispensáveis no dia a dia.

Os smartphones, notebooks, tablets e outros dispositivos já são essenciais para o trabalho e até para muitas das tarefas das mais cotidianas. 

A chegada da pandemia do novo coronavírus, em março de 2020, levou as empresas a uma forte adesão aos novos modelos de trabalho como o home office, além das escolas públicas e privadas que também tiveram de adaptar sua rotina de aprendizado para o ambiente online.

Com isso, o país registrou um aumento de 18% na venda de notebooks em relação a 2019. Segundo o levantamento da Associação Brasileira da Indústria Elétrica e Eletrônica (Abinee), 4,8 milhões de notebooks foram vendidos durante 2020.

Seja para finalidade profissional, para estudos ou mesmo que os equipamentos portáteis sejam usados para atividades de lazer, o seguro de roubo e furto para eletrônicos protege o investimento feito para a aquisição desses dos aparelhos. Esse tipo de apólice já é comum no mercado e é bastante abrangente para proteger notebook contra roubo ou mesmo para quem busca um seguro roubo e furto de celular

Por que contratar um Seguro Roubo e Furto para equipamentos portáteis?

De acordo com a 31ª Pesquisa Anual do Centro de Tecnologia da Informação Aplicada (FGVcia) da Fundação Getúlio Vargas (FGV), existem 424 milhões desses equipamentos portáteis sendo usados no Brasil. Infelizmente, grande parte desses dispositivos acaba se tornando alvo de ações criminosas e causam uma série de prejuízos às vítimas e às empresas e profissionais que precisam dos equipamentos para manter a continuidade de suas operações e de seus negócios.

Uma pesquisa da Mobile Time em parceria com Opinion Box mostra como esses dispositivos estão sob risco constante: mais de 102 milhões de smartphones já foram furtados ou roubados no Brasil. Ainda de acordo com o estudo, a média é que cada vítima já perdeu 1,6 dispositivos por causa de ações criminosas e cerca de 50% dos internautas que usam smartphones já tiveram seu celular roubado ou furtado. 

Outro dado importante desse levantamento é que o roubo e furto de celulares aumentou 3% no intervalo de um ano, afetando todas as classes sociais que participaram do estudo (A, B,C, D e E). Houve um aumento de 6% nas ocorrências na região Sul, de 4% na região Sudeste e de 4 % no Centro-Oeste. A média manteve-se estável nas regiões Norte e Nordeste.

O que levar em conta antes de contratar um seguro roubo e furto para equipamentos eletrônicos?

Quem busca proteger notebook contra roubo para fins profissionais ou pessoais e para aqueles que investiram muito em um smartphone, o seguro para eletrônicos é uma medida de proteção que indeniza o investimento aplicado nesses dispositivos. A depender da cobertura contratada, a seguradora também possibilita a reposição do aparelho por um modelo igual ou similar ao equipamento subtraído.

Para contratar um seguro roubo e furto, o proprietário dos equipamentos portáteis deve levar alguns pontos em consideração:

  • Consultar uma corretora de seguros para compreender quais são as melhores opções e coberturas disponíveis para o seus dispositivos.
  • Compreender todas as cláusulas contratuais contidas na apólice do seguro roubo e furto.
  • Verificar se há necessidade de contratação de coberturas internacionais para possíveis viagens ao exterior.
  • Compreender o valor estipulado para a indenização de acordo com os modelos e tempo de uso dos equipamentos portáteis assegurados.
  • Checar se a seguradora disponibiliza a reposição imediata do aparelho roubado ou furtado em casos de emergências.
  • Ficar atento se o seguro roubo e furto oferece coberturas adicionais para danos acidentais e como funciona a política de reparos ou reposição dos aparelhos.
  • Consultar a disponibilidade de contratação de garantia estendida.
  • Verificar o período de carência do seguro para a abertura de sinistro de equipamentos portáteis.

Outros cuidados para proteger equipamentos portáteis

É válido ressaltar que, além da perda patrimonial e dos prejuízos financeiros causados por roubo e furto, os equipamentos portáteis conectados à internet também podem dar acesso a diversas informações privadas e financeiras da vítima aos criminosos, desencadeando uma série de riscos de fraudes e transtornos. 

Para saber mais sobre riscos de invasão e como proteger um dispositivo, este vídeo do canal Nerdologia explica os riscos e as formas de proteger celulares contra a invasão de cibercriminosos. 

Por isso, antes mesmo da abertura de sinistro de equipamentos portáteis junto à seguradora, a vítima precisa entrar em contato com bancos e instituições financeiras vinculadas ao aparelho para bloquear o acesso do dispositivo a suas finanças. Outra medida importante é bloquear o acesso às redes sociais e dispositivos de trocas de mensagens para evitar que estelionatários acessem a lista de contatos e apliquem golpes a terceiros.

Outras medidas simples que podem elevar a segurança e preservar a integridade de notebooks, celulares e tablets e outros dispositivos é estar sempre atento ao uso de bolsas e mochilas que portam esses equipamentos, redobrar a segurança em viagens e levar seus dispositivos preferencialmente na bagagem de mão e adotar o uso de capas, cases e películas protetoras. Para além do seguro roubo e furto, esses cuidados simples podem dificultar a ação de criminosos e reduzir os riscos de acidentes que comprometam os equipamentos. 

Conte com apoio especializado para contratar um Seguro Roubo e Furto

A MDS Brasil oferece equipes especializadas em Seguro Roubo e Furto, entre tantas outras soluções e inovações para proteger seus bens, seu patrimônio, suas finanças e sua família. Entre em contato e saiba como podemos tornar o seu mundo mais seguro.

Este post é uma iniciativa da MDS Brasil com foco em transformar riscos em oportunidades de crescimento.